Ansiedade: Quando procurar ajuda?

A ansiedade é uma reação normal diante de situações que podem provocar medo, dúvida ou expectativa. É considerada normal a ansiedade que se manifesta nas horas que antecedem uma entrevista de emprego, a publicação dos aprovados em um concurso, o nascimento de um filho, etc. Nesses casos a ansiedade funciona como um sinal que prepara a pessoa para enfrentar o desafio e favorece sua adaptação às novas condições de vida.

 

O transtorno da ansiedade generalizada (TAG), segundo o manual de classificação de doenças mentais (DSM IV), é um disturbio caracterizado pela "preocupação excessiva ou expectativa apreensiva", persistente e de difícil controle, que perdura por seis meses no mínimo e vem acompanhado de três ou mais dos seguintes sintômas:

inquietação, irritabilidade, tensão muscular, dificuldade de concentração, fadiga e pertunbação do sono.

Os sintomas podem variar de uma pessoa para outra. Além dos já citados existem

outras queixas que podem estar associadas ao TAG: palpitações, falta de ar, 

aumento da pressão arterial, sudorese excessiva, dor de cabeça, náuseas, aperto no

peito e dores musculares. Esses sintomas geralmente caracterizam o que chamamos de crise de ansiedade e levam a pessoa a procurar atendimento hospitalar suspeitando de desordens clínicas, como infarto.

 

Se esses sintomas estão causando sofrimento e prejuízo no funcionamento social ou ocupacional, ou em outras áreas importantes da vida da pessoa, está na hora de buscar tratamento médico para ansiedade.